Cultura de Aprendizagem Educação Corporativa Futuro do Trabalho Gestão de Pessoas Liderança Recursos Humanos RH TECH

Top 5 prioridades para líderes de RH em 2022

Tempo de leitura: 7 minutos

Que previsões podemos fazer para as empresas em 2022? Quais serão os principais desafios do RH? Com base em um estudo recente da Gartner, separamos neste artigo as cinco principais prioridades para os líderes de RH no próximo ano!

Por Maria Clara Ramos

O final do ano se aproxima e nesse momento em que as empresas se organizam para o ano que vai vir, parece impossível não pensar em todas as transformações que aconteceram nos últimos anos diante da pandemia do novo coronavírus e da necessidade de adaptação para o home office, em 2020. À medida que os casos de covid-19 reduzem, que as empresas dão início ao modelo híbrido de trabalho e que o ano de 2021 se aproxima do fim, surge a questão: quais serão os desafios para o RH em 2022? 

Para responder a esta pergunta, a Gartner, uma das maiores e mais bem conceituadas empresas de pesquisa do mundo, realizou um levantamento com mais de 500 líderes de RH de todos os principais setores do mundo apontando as principais tendências, desafios e ainda as cinco principais prioridades para 2022, e separamos neste artigo os dados e insights mais importantes desse levantamento para ajudar a jornada dos gestores nesse futuro próximo que já bate na porta!

As empresas estão se transformando e aumentando os investimentos

Além do ranking dos principais focos do RH em 2022, o estudo também mostra como os líderes de RH veem as prioridades das empresas para o próximo ano, e estão entre elas:  aprimorar a excelência operacional (65%); executar transformações de negócios (65%), investir em inovação (51%), reduzir custos (33%); e investir em gestão de risco (20%).

É importante destacar que enquanto o foco em executar transformações de negócios cresceu 11% e o foco na redução de custos diminuiu 17% em comparação ao levantamento feito no ano passado.

Mas afinal, o que está impulsionando esse processo? A pesquisa destaca três motivos principais, são eles:

  • O modelo híbrido de trabalho incentiva mudanças nas empresas: 92% dos líderes que fizeram parte do levantamento imaginam que alguns funcionários trabalhem de forma remota, enquanto apenas 3% afirmam não querer funcionário algum trabalhando de forma remota.
  • O aumento da rotatividade está aumentando a competição por talento: 48% dos entrevistados mostraram-se significativamente preocupados com a falta de retenção e grande rotatividade dos funcionários, enquanto apenas 9% mostraram-se despreocupados.
  • Pressão para aumentar o investimento em D & I: o levantamento mostra uma mudança em todos os campos, liderança, funcionários e clientes. Respectivamente, quase 2.000 CEOs assinaram o CEO Action – Compromisso de Diversidade e Inclusão; 76% dos funcionários e candidatos à vagas de emprego dizem que uma força de trabalho diversificada é importante ao avaliar empresas; e o Twitter recebeu 85% mais menções de processos seletivos inclusivos em 2020 em comparação com 2016.

Top 5 prioridades para líderes de RH em 2022

TOP 5: Diversidade e Inclusão 

Os dados revelados acima sobre o aumento de investimento em D & I não são à toa, não há mais espaço para empresas que contratam funcionários com um pensamento atrelado somente ao cumprimento das leis. Mais do que nunca, a diversidade nas empresas deve ser tratada como prioridade, já que também representa  um dever moral e cívico para fazer parte dessa transformação. 

Contratar colaboradores com diferentes pensamentos, culturas, faixas etárias, etnias e opiniões permite não só que a empresa se torne mais plural e democrática, como também traz diversos benefícios para a organização, como atração de talentos, formação de equipes mais criativas, alcance de maiores resultados etc. Grandes empresas como a Magazine Luiza, Itaú Unibanco, PWC e Sodexo já notaram a importância e os benefícios de investir em diversidade no seu quadro de funcionários. 

Com 35% dos líderes afirmando que essa será uma das prioridades para 2022, o levantamento também mostra o principal desafio: a baixa diversidade nos cargos de liderança. O percentual de mulheres e pessoas negras que trabalham em cargos operacionais  é, respectivamente, 56% e 31%, e esse número cai consideravelmente se tratando de cargos de liderança, sendo mulheres 29% e pessoas negras 17%. 

Diversidade & Inclusão é um tema necessário e inadiável para sua empresa e se você se interessa pelo assunto e ainda não ouviu esse episódio incrível do nosso podcast, anota essa dica! Você vai ver através de dados impressionantes que a representatividade vai muito além de um imperativo social, ela é uma potência de resultados tanto para funcionários, quanto para clientes, mas só funciona se implementada de forma cultural e essa é a missão da nossa convidada,Thalita Gelenske, como empreendedora. Está imperdível!

TOP 4: Futuro do Trabalho

Essa é definitivamente uma preocupação para toda e qualquer área de uma empresa, e para 42% dos líderes de RH consultados na pesquisa, essa foi a quarta prioridade mais citada. E quanto ao principal desafio? 49% dos líderes de RH dizem que ainda não têm uma estratégia de futuro do trabalho explícita. Pois é, se tem uma coisa que pudemos aprender nos últimos anos é que o futuro pode ser bem imprevisível às vezes, e de acordo com a Gartner, uma das coisas que os líderes de RH precisam começar a fazer como parte de seu pensamento estratégico é planejar cenários. As organizações precisam permanecer adaptáveis ​​e dispostas a alterar planos em curto prazo em resposta a mudanças internas ou externas. 

Na pesquisa, são levantadas algumas tendências pós-pandemia para o futuro do trabalho, são elas: 

  • Mais colaboradores trabalhando de forma remota
  • Maior uso de dados 
  • Maior contratação de funcionários temporários
  • Priorização da resiliência tanto quanto da eficiência

Faça uma seleção entre as megatendências, identifique quais serão mais relevantes para o seu negócio, analise o impacto de vários cenários potenciais e coloque-as em prática. 

Quer saber como a Educação Corporativa e a cultura de Lifelong Learning podem ser fundamentais no desenvolvimento, estratégia e resultados da sua empresa para 2022? Conheça a Witseed e solicite uma demonstração de nossos cursos corporativos.

Como está a sua empresa hoje com relação às transformações digitais? Confira abaixo, o teaser do nosso curso “Nova Fronteira para Transformação Digital”, com Allexley Bernacchi, Co-fundador da Smarthis. 

TOP 3: Preparação de Atuais e Novos Líderes 

De acordo com o levantamento, 45% dos líderes de RH terão o desenvolvimento da liderança como sua principal prioridade para 2022. Não importa em que setor, uma empresa é feita e movida por pessoas e uma das grandes chaves para o sucesso no mundo corporativo é ter uma liderança sólida e bem desenvolvida, e são as características de um líder inspirador que, de maneira geral, determinam o sucesso de um time! 

A análise da Gartner mostra que líderes que exibem altos níveis de empatia têm mais impacto no desempenho de seus funcionários do que aqueles que exibem baixos níveis de empatia, e ainda que a diversidade na alta liderança pode criar um ambiente de maior confiança e gerar maiores resultados para a empresa. 

Mas qual é o grande problema? A pesquisa da Gartner mostra que menos da metade das empresas entrevistadas afirmam ter plena confiança em seus líderes e gerentes para conduzir e atravessar em períodos de crise, e ainda que  24% não dão prioridade para o desenvolvimento de seus futuros líderes. Um levantamento feito pela consultoria de recrutamento Michael Page mostra que oito em cada dez profissionais pedem demissão por causa do seu líder, então já era hora de ter como prioridade o desenvolvimento de boas lideranças. 

Algumas barreiras que podem impedir o desenvolvimento dos talentos na empresa, segundo a pesquisa, são: 

  • Planos de carreira e etapas de promoção pouco claras
  • Pouca exposição a líderes seniores
  • Falta de mentores

Além dos investimentos em treinamento e capacitação de novos líderes, programas internos de mentoria mostram-se uma ferramenta eficiente para preparar os líderes do amanhã. Empresas com estes programas apresentam mais eficiência em melhorar a inclusão organizacional e também mais chances de apresentar melhores oportunidades de trabalho e mobilidade de talentos. 

Valorizando a importância de lideranças saudáveis e preparadas, a Witseed desenvolveu uma trilha pensada especialmente para capacitar e conectar líderes com os principais desafios e tendências do mercado. O Líder em Ação já está disponível na nossa plataforma, assista ao teaser!

TOP 2: Estrutura Organizacional e Gestão da Mudança 

54% dos líderes de RH dizem que seus funcionários estão cansados ​​de tantas mudanças de gestão e essa tornou-se uma prioridade para 48% dos entrevistados. A análise da Gartner descobriu que pequenas mudanças do dia a dia como diferentes colegas de equipe, contratações de novos gerentes e pequenos processos no sistema são quase três vezes mais fatigantes para os funcionários do que grandes mudanças transformacionais.

Para ajudar os funcionários a absorver as mudanças, o RH deve construir um clima de confiança entre os colaboradores, líderes e colegas de equipe. É importante que as Organizações encontrem maneiras de fazer mudanças que não sejam ou se tornem  exaustivas, e a chave para fazer isso está na construção da resiliência dos colaboradores. Para isso, o papel de um gestor ou líder deve ser transformado e além de impulsionar a produtividade e o desempenho do seu time, assumir também uma postura mais ativa no apoio à saúde mental e ao bem-estar de seus funcionários. 

 A gestão voltada para o bem-estar do colaborador é definitivamente uma tendência, e nesse episódio do nosso podcast a Denise Garcia, Consultora do TLEX Institute, conta como trabalha com a gestão do bem-estar nas maiores empresas do Brasil, levando instruções e práticas sobre atenção plena, meditação, respiração, confiança, empatia, propósito e performance. 

TOP 1:  Desenvolvimento de Habilidades e Competências Críticas

Com o primeiro lugar disparado nas prioridades para 2022, Lifelong Learning aparece como a maior tendência para o próximo ano! 40% dos líderes de RH afirmam não conseguir desenvolver soluções rápidas o suficientes para atender às demandas aceleradas do mercado, e sem ter muita certeza de quais serão as habilidades necessárias para garantir o sucesso no futuro, muitas empresas investem tempo e dinheiro gerenciando o desenvolvimento nas habilidades erradas. 

Se o amanhã não é tão previsível como gostaríamos e não sabemos exatamente quais serão as habilidades do futuro, a competência que será fundamental para qualquer profissão é a de aprender a aprender: sem ela não mudamos, não nos desenvolvemos, não nos adaptamos e não inovamos. Investir em cultura de aprendizagem nunca foi tão relevante como agora e estudos como esse além de reforçar o nosso propósito, também mostram o quanto a Witseed está sempre conectada com o futuro. Mas afinal, para que a Witseed existe? Aperte o play e descubra! 

Em paralelo aos dados da Gartner, os cursos mais assistidos da nossa plataforma de aprendizagem contínua sempre dão um  norte sobre quais habilidades as maiores empresas do Brasil estão desenvolvendo. Analisando a nossa base de dados de 2021, listamos abaixo os 7 cursos mais assistidos pelos nossos alunos. 

  1. Comunicação Não Violenta
  2. Mindset para Produtividade
  3. Experiência de Atendimento ao Cliente
  4. Organização Individual para Alta Performance
  5. Comunicação
  6. Cultura de Inovação
  7. Inteligência Emocional

É importante ressaltar que  apesar dessa lista não refletir necessariamente uma tendência, e sim o momento presente,  ela reforça  a predominância do interesse no desenvolvimento das Soft Skills, que vem ganhando cada vez mais destaque.

Se você quiser saber mais sobre quais serão as habilidades mais urgentes, críticas e estratégicas para o futuro, vale a dica do episódio que gravamos com a Simone Gutwilen, gerente de cultura e liderança na Oi. Nesse episódio, ela avalia como o desenvolvimento contínuo será a única forma de se manter atualizado e que as soft skills serão as únicas habilidades que nunca ficarão desatualizadas. Aperte o play e entenda qual é o impacto das habilidades comportamentais no futuro do trabalho!

Gostou do artigo e quer transformar o desenvolvimento dos colaboradores da sua empresa para 2022? Marque uma conversa agora com um dos especialistas Witseed e conheça o nosso método!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: